O Arcebispo de Montevidéu (Uruguai), Cardeal Daniel Sturla, afirmou que a ideologia de gênero é “uma espécie de loucura” que é contra o Deus criador.

Assim indicou o Purpurado diante de milhares de fiéis que participaram da sétima edição do Rosário de Bênçãos para a Família, no sábado, 27 de janeiro.

Ver imagem no TwitterVer imagem no TwitterVer imagem no Twitter

Ver imagem no Twitter

O Cardeal advertiu contra a ideologia de gênero que “quer se impor e nós dizemos, com o Papa Francisco, que é colonização ideológica”.

Ver imagem no TwitterVer imagem no TwitterVer imagem no Twitter

“Como isso é uma espécie de loucura, não há dois gêneros, mas para alguns há 14 e até 31 para outros. É uma loucura que é contra o Deus criador”, disse o Prelado e também explicou que, por esta razão, a Igreja apresentou a proposta de educação sexual “Aprender a amar”, de acordo com os critérios naturais e cristãos.

Outro ataque contra a família, disse o Purpurado uruguaio, é o aborto, cuja despenalização no país “já dói na nossa alma. Antes falavam a respeito da ‘tolerância antes dos três meses’, agora algumas pessoas falam do ‘direito a’. Esta é uma maneira de distorcer. Devemos estar atentos”.

Além disso, o Prelado sustentou que “a Igreja Católica não é somente para as famílias que permaneceram unidas, que se dão bem, onde tudo é maravilhoso; a Igreja é para todos. Porque nunca é um ‘clube de perfeitos’, sempre é uma casa de portas abertas para todos”.

“Isso não significa que não temos um ideal de família. Esse ideal é dado pelo pai, pela mãe e pelas crianças. Tomara que também seja pelos avós, primos e tios, uma grande família. Porque em uma grande família, as tristezas são divididas entre todos e são menores, mas as alegrias se multiplicam. Esta é a coisa mais bonita das famílias segundo o plano de Deus”, acrescentou.

Fonte: ACI Digital

Share.