A Igreja Católica é a maior instituição de caridade do Mundo

0

São incontáveis os números de hospitais, sanatórios, escolas para crianças pobres, asilos, creches, etc. que os filhos da Igreja sempre mantiveram durante todos esses vinte séculos de cristianismo. E ainda hoje essa rede imensa de caridade continua; só para dar um exemplo, basta dizer que 25% de todas as obras de assistência aos aidéticos hoje são mantidas pela Igreja católica em todo o mundo. Se a Igreja Católica saísse da África 60% das escolas e hospitais seriam fechados. Quando a epidemia de AIDS estourou nos EUA e as autoridades não sabiam o que fazer eles chamaram as freiras da Igreja para cuidar dos doentes porque ninguém mais queria fazê-lo.OBRAS DE CARIDADE

O Conselho Pontifício – Cor Unum (organismo da Santa Sé encarregado de promover e organizar as instituições de caridade e assistência da Igreja) publicou num cd, um guia com 1.100 organismos da Igreja comprometidos com a ação social-caritativo, que ajudam, principalmente, em casos de catástrofes ou necessidades, sem distinção de religião, para isto, pedem ajuda nas paróquias católicas do mundo ou em outras instituições.

Na Ásia:

1.076 hospitais

3.400 dispensários

330 leprosários

1.685 asilos

3.900 orfanatos

2.960 jardins de infância

Na África:

964 hospitais

5.000 dispensários

260 leprosários

650 asilos

800 orfanatos

2.000 jardins de infância

Na América:

1.900 hospitais

5.400 dispensários

50 leprosários

3.700 asilos

2.500 orfanatos

4.200 jardins de infância

Na Oceania:

170 hospitais

180 dispensários

1 leprosario

360 asilos

60 orfanatos

90 jardins de infância

Na Europa:

1.230 hospitais

2.450 dispensários

4 Leprosários

7.970 asilos

2.370 jardins de infância

O Óbulo de São Pedro é a ajuda econômica enviada para a Santa Sé pelos fiéis utilizado para manutenção da caridade e ajuda aos mais necessitados. 25% das obras que cuidam de aidéticos em todo o mundo são mantidas pela Igreja Católica. A Sociedade São Vicente de Paulo foi constituída por um grupo de jovens universitários liderado por Antonio Frederico Ozanam com o objetivo de prestar às famílias necessitadas ajuda material e espiritual. A SSVP, ou Vicentinos, é a segunda maior ONG no mundo, perdendo apenas para a ONU, se dedicam integralmente a ajudar os mais necessitados e a buscar soluções para retirá-los da miséria. A Ordem Hospitaleira fundada por São João de Deus persiste ainda hoje e faz um trabalho maravilhoso recebendo doentes e com especial predileção por doentes mentais. Essa caridade da Igreja ultrapassa em muitas as nossas obras sociais e a Previdência Social de hoje. O regulamento dos hospitais de Paris, em 1230, dizia que se deviam receber “os pobres e doentes como ao Senhor”. Em todos os testamentos parisienses, da Idade Média, há uma doação para o “Hotel-Dieu” de Paris (o Hotel de Deus). A força propulsora desta caridade bi-milenar sempre foi a oração, o amor a Deus e aos irmãos, vendo no que sofre o Cristo que padece.

Fonte: icatolica.com

Ajude-nos a divulgar compartilhe !!!.