Angelus: “Queremos ver Jesus”. Papa ofereceu Evangelho

0

Domingo, 22 de março, Angelus com o Papa Francisco: neste V Domingo da Quaresma o Santo Padre referiu o Evangelho de S. João que nos propõe o pedido de alguns gregos ao Apóstolo Filipe que queriam ver Jesus. Presente na cidade santa de Jerusalém para as festividades da Páscoa, Jesus foi acolhido festivamente pelos simples e humildes. Estão também presentes na cidade os sumo sacerdotes e os chefes do povo que querem eliminar Jesus porque consideram-no perigoso e herético – afirmou o Santo Padre. Aqueles gregos tinham curiosidade de ver Jesus.

“Queremos ver Jesus; estas palavras, como tantas outras nos Evangelhos, vão para além do episódio particular e exprimem qualquer coisa de universal; revelam um desejo que atravessa as épocas e as culturas, um desejo presente no coração de tantas pessoas que sentiram falar de Cristo, mas não o encontraram.”

O Papa Francisco apontou a resposta profética de Jesus ao pedido de encontro que lhe é feito: “Chegou a hora de o Filho do Homem ser glorificado”. É a hora da Cruz – frisou o Papa que recordou ainda a seguinte frase da profecia de Jesus que nos fala do “grão de trigo” que caído na terra morre e dá muito fruto. A morte de Jesus, efetivamente, é uma fonte inesgotável de vida nova – afirmou o Santo Padre que exortou os cristãos a oferecerem três coisas àqueles que querem ver Jesus nos dias de hoje: o evangelho, o crucifixo e o testemunho da fé:

“O Evangelho; o crucifixo e o testemunho da nossa fé, pobre mas sincera. O Evangelho: ali podemos encontrar Jesus, escutá-Lo, conhecê-Lo. O crucifixo: sinal do amor de Jesus que se deu a si próprio por nós. E depois uma fé que se traduz em gestos simples de caridade fraterna. Mas principalmente na coerência da vida.”

Depois da recitação do Angelus o Papa Francisco referiu a comemoração neste domingo do Dia Mundial da Água e encorajou a comunidade internacional a estar vigilante na preservação deste bem comum, tendo recordado em particular o cântico do irmão sol de S. Francisco de Assis.

O Papa Francisco saudou todos os grupos presentes na Praça de S. Pedro e para o final guardou uma surpresa em forma de presente: um Evangelho de bolso.

Segundo uma antiga tradição da Igreja, durante a Quaresma entrega-se o Evangelho àqueles que se preparam para o Batismo; assim, o Santo Padre, principalmente, através de um grupo de pessoas sem-abrigo, ofereceu aos fiéis presentes na Praça uma edição de Evangelho em formato de bolso.

Trata-se de uma oferta que também já foi feita em 2014. O Papa Francisco convidou todos a lerem o Evangelho todos os dias pois “a Palavra de Deus é luz para o nosso caminho.”

O Papa Francisco pediu aos fiéis para continuarem a rezar por ele e a todos desejou um bom domingo e um bom almoço.

(RS)

Rádio Vaticana

Ajude-nos a divulgar compartilhe !!!.