Episcopado: números por origem dos bispos que atuam no Brasil

0

Os bispos que atuam na Igreja no Brasil têm origens diversas e formam um quadro muito interessante com o predomínio de paulistas, mineiros, gaúchos e bispos de outras nacionalidades. bispos

Um levantamento aproximado, feito no último final de semana, deu o seguinte resultado:

 

 

 

Sete maiores grupos:

72 paulistas

71 mineiros

58 gaúchos

32 catarinenses

20 cariocas

20 paranaenses

20 italianos

Sete Grupos intermediários

13 baianos

13 espanhóis

12 pernambucanos

9 cearenses

9 alemães

7 maranhenses

7 capixabas

6 sergipanos

6 potiguares

6 alagoanos

Dezesseis Pequenos grupos

5 poloneses

4 paraibanos

4 norte-americanos

3 piauienses

3 goianos

3 belgas

3 holandeses

3 franceses

3 libaneses

2 malteses

2 amazonenses

2 austríacos

2 suíços

2 portugueses

2 uruguaios

2 paraenses

Únicos representantes

1 egípcio

1 irlandês

1 Tocantinense

1 mato-grossense

1 brasiliense

1 paraguaio

1 mexicano

1 cabo-verdiano

Deste modo, entre os estados brasileiros, cinco não tem representação no episcopado: Acre, Rondônia, Roraima, Mato Grosso do Sul e Amapá; A Itália é o país que mais têm bispos atuando no Brasil e não há nenhum representante da terra do Papa Francisco.

Ajude-nos a divulgar compartilhe !!!.