Paróquia Nossa Senhora dos Remédios – Tabapuã

Sobre a Paróquia.

Luciano Antônio Gonella – Pároco atual

A Paróquia Nossa Senhora dos Remédios foi criada em Quinze de fevereiro de mil novecentos e dez (15/02/1910), nessa data foi desmembrada do Bispado de Monte Alto.

Em Outubro de 1914, houve um grande incêndio na Igreja antiga, que causou enormes prejuízos materiais, onde foram destruídos objetos sacros (cálices, Ambulas, Missal, roupas de celebração do Padre, vários documentos e entre eles uma parte do livro do Tombo. Os objetos da igreja, graças às pessoas da comunidade daquela época foram repostos em menos de um mês e a vida da igreja voltou ao normal com objetos ainda melhores que os antigos. Do livro do Tombo a única parte que recuperou foi a primeira folha que está arquivada junto do segundo livro do Tombo na secretaria da Paróquia.

No dia 17 de abril de 1923, teve inicio a construção da nova Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Remédios na praça Capitão Horácio Antonio do Nascimento.

Inaugurou- se no dia 03 de novembro de 1934, com a BENÇÃO DOS ALTARES pelo Bispo Dom Lafaiete Libanio.
Padres que passaram pela paróquia:

Padre Vicente Angerani / Padre Gasparino Dantas / Padre Agostinho dos Santos Pereira / Padre Ernesto Maria De Fina / Padre José Benedito Alves Monteiro / Padre Joaquim Hipólito Cyna da Silva / Padre Arthur Teixeira Barbosa da Guerra Leal / Padre João Macário Monteiro / Padre Henrique Boncharerts / Padre Affonso Lopes Ribeiro / Padre José Antonio Monteiro Filippe / Padre Rodrigo Bayon Garcia / Padre Demetrio de La Torre / Padre Euzébio Galindo / Padre Aurélio Alvares Fernandes / Padre Honório Gutierres / Padre João Antonio Fernandes / Padre João De Pastana / Padre João Telho / Padre Antolim Rodrigues / Padre Ladislau Obora / Padre Pedro Bujno / Padre José Mendes de Carvalho Junior / Padre José Rubens Domingues / Padre José Roberto Reis / Padre Aparecido Cássio Alves / Padre Júlio Cesar Isepan

Movimentos e pastorais

Redes de Comunidade, Pastoral da Saúde, Pastoral Familiar, Vicentinos (Adultos e Jovens) Terço dos Homens, JUCT (Grupo de Jovens – Jovens Unidos em Cristo), Pastoral do Batismo, Liturgia, Equipes de Música, Pastoral Vocacional, Legião de Maria, Apostolado da Oração, Catequese, Pastoral do Matrimônio e Pastoral do Enter.

Principais eventos

No mês de janeiro –  Festa de São Sebastião, mês de julho – Festa de São Cristovão, mês de Outubro – N. Sra dos Remédios (Padroeira)

Imagens da Paróquia

 

Padroeira da paróquia.

Nossa Senhora dos Remédios – Dia da padroeira 11 de outubro

A devoção a Nossa Senhora, sob o título dos Remédios (ou Bom Remédio, do Remédio), começou com São João de Matha, fundador na Ordem da Santíssima Trindade, e morto em Roma em 17 de dezembro de 1213. Com o objetivo de resgatar os cristãos escravizados na África e no Oriente Médio, São João da Mata e São Felix de Valois fundaram em 1198 a Ordem Hospitalar da Santíssima Trindade. Precisavam, para isso, de vultosas somas em dinheiro. Recorreram, então, ao auxílio de Maria Santíssima, o remédio para todas as necessidades que encontramos na vida. Foram abundantemente atendidos e conseguiram libertar da escravidão milhares de irmãos na Fé.

Na linguagem medieval, os verbos “redímere” e “remediare” e os substantivos “redémptio” e “remédium”, tinham um significado similar: redimir, resgatar, resgate, remédio (com o sentido de salvação, libertação). Isto explica porque, nos escritos dos séculos XVI-XVII, se dão a padroeira os três títulos: “do Remédio”, “do Resgate”, “da Libertação”.

A representação mais antiga hoje conservada é uma imagem românica, que pertenceu à primeira casa dos trinitários em Marselha: a Virgem está sentada, com o Menino no braço esquerdo e com a bolsa de dinheiro no direito. A bolsa alude, como relatam muitos biógrafos, à aparição e ao socorro dado por Nossa Senhora a São João de Matha, em Túnis e em Valência (Espanha). São João de Matha estava sendo atormentado pelos muçulmanos que exigiam o preço duplicado por escravos já resgatados, sob ameaça de reconduzi-los em prisão. Tendo-lhe suplicado fervorosamente como Mãe do Bom Remédio, foi por Ela miraculosamente provido.

Segundo o livro “Invocações da Virgem Maria no Brasil” de Nilza Botelho Megale (3ª. Edição- Ed. Vozes), esta invocação, de sabor tipicamente colonial, era muito popular na velha Lusitânia, principalmente nas cidades de Santarém e Lamego. Foi introduzida em Portugal por religiosos franceses da Ordem da Santíssima Trindade para a redenção dos cativos, que estiveram em Lisboa no início do século XIII.

No Brasil, Nossa Senhora do Bom Remédio é mais conhecida com o título de “Nossa Senhora dos Remédios”. Os frades Trinitários, com suas Confrarias e os devotos, se empenhavam na difusão de suas devoções específicas e assim trouxeram para o Brasil o culto da Virgem dos Remédios, em honra da qual ergueram capelas em várias províncias do Nordeste (Maranhão, Pernambuco e Bahia) e nas regiões barrocas de Minas Gerais.

ENDEREÇO: Praça Capitão Horácio Ant. Nascimento, s/n
BAIRRO: Centro
CIDADE: Tabapuã
CEP: 15880-000
TELEFONE: (17) 3562-1585

 

informacoes
SECRETÁRIA: Elizabete Quirino Neves
EMAIL: paroquiansremedios@hotmail.com
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO SECRETARIA:
Terça a sexta das 08h00 às 11h00 e das 13h00 às 17h00
Sábado das 08h00 às 11h00

 

horariomissas
TERÇA: 19h00 na Capela São Benedito
QUARTA: 19h30 Matriz
SÁBADO: 16h30 capela São Jo – Serrinha
19h00 Matriz
DOMINGO: 08h00 Capela São Benedito
10h00 Matriz
19h00 Matriz1º Sexta-feira missa às 19h00

 

confissoes
QUARTA: das 08h00 às 11h00 das 13h00 às 17h00