Famílias portuguesas se preparam para o Encontro Mundial

0

Encontro Mundial das Famílias será de 22 a 27 de setembro desse ano; portugueses já se preparam para o encontro que terá a presença do Papa

Da Redação, com Agência Ecclesia

O Departamento da Pastoral Familiar do Patriarcado de Lisboa, Portugal, prepara uma peregrinação à cidade norte-americana de Filadélfia, onde este ano será realizado o Encontro Mundial das Famílias, com a presença do Papa Francisco, de 22 a 27 de setembro desse ano.

“Neste momento, com o Departamento Nacional da Pastoral da Família, decidiu-se organizar o programa e já temos a proposta para todas as dioceses e movimentos que queiram participar. Consiste numa peregrinação, partindo uma semana mais cedo, no sentido de estar lá nas pré-jornadas e depois participar no encontro”, explicou o padre Rui Carvalho.

O sacerdote destaca que a riqueza do encontro é a “partilha e encontro” entre famílias. “O amor é a nossa missão, a família plenamente viva” é o tema do Encontro Mundial da Família que se divide em dois momentos: um congresso prévio e o encontro propriamente dito, que se encerra com uma Missa presidida por Francisco.

O encontro na Filadélfia realiza-se este ano às vésperas da 14ª assembleia geral ordinária do Sínodo dos Bispos, dedicado ao tema ‘A vocação e a missão da família na Igreja e no mundo contemporâneo’.

“Há de fato um projeto de Deus para a família que é a célula fundamental da sociedade”, frisa o padre Rui Carvalho, que recorda a “época muito rica” que a Igreja vive sobre o tema da família.

Para o sacerdote, a forma de ouvir a opinião das famílias e conhecer as diversas realidades no mundo inteiro, através dos questionários, é eficaz e uma boa forma de comunicação porque as famílias refletem e rezam sobre a sua missão e vocação.

Ainda neste contexto, o sacerdote destaca a Festa da Família 2015, organizada pelo Departamento da Pastoral Familiar do Patriarcado de Lisboa, no dia 17 de maio, no Mucifal, em Sintra.

“Creio que será entusiasmante e estimulante para as famílias da nossa diocese pela partilha de experiências e a ajudarem-se mutuamente”, observou o sacerdote.

Ajude-nos a divulgar compartilhe !!!.