A igreja deve ser inaugurada na noite do dia 6 para o dia 7 de janeiro, durante a Missa de Natal do calendário copta.

A construção foi anunciada há um ano pelo presidente egípcio, o general Al Sisi. Hoje, quase tudo está pronto. Equipes extras foram contratadas para que tudo esteja concluído para a Missa de Natal, que também marcará a inauguração do templo.

O governo egípcio contribuiu com o financiamento da obra. Quando concluída, esta será a maior igreja do país e também a maior do Oriente Médio.

No fim do mês de maio de 2017, quando concluiu sua viagem ao Egito, o Papa Francisco agradeceu às autoridades civis, religiosas e ao povo egípcio pela “calorosa acolhida”. Falando da “beleza da Igreja no Egito”, o Papa declarou aos milhares de peregrinos e fiéis na basílica de São Pedro: “Narrar esta viagem é como falar da esperança”.

Share.