Papa: é feio ver um cristão que segue Jesus e a mundanidade

0

Na celebração de ontem, 26, o Papa Francisco chamou a atenção dos fiéis presentes na celebração da Santa Missa na Casa Santa Marta. O Santo Padre destacou que não pode haver um cristianismo dividido, ou seja, não se pode ter o céu e a terra ao mesmo tempo. Pois ele mesmo afirma que “é feio ver um cristão que segue Jesus e a mundanidade”.

Na liturgia de ontem, Pedro pergunta a Jesus o que os discípulos ganhariam por segui-lo, indagação feita logo após o Senhor dizer ao jovem rico que vendesse todos os seus bens e os desse aos pobres. O Sumo Pontífice observa que a resposta de Jesus aos discípulos não segue direção que ele esperavam, mas promete o Reino dos céus como herança, mas “com a perseguição e com a cruz”.

“Por isso, quando um cristão é apegado aos bens, faz uma triste figura, como se quisesse as duas coisas; o céu e a terra. E o termo de comparação está naquilo que Jesus diz: a cruz, as perseguições. Isto quer dizer negar a si mesmo, sofrer todos os dias a cruz…”, ensina o Santo Padre.

O serviço e a humildade são características dos cristãos. Segundo o Papa Francisco, Jesus levou muito tempo para fazer entender isto aos seus discípulos. E é nesta intenção que também hoje devemos pedir ao Senhor que nos ensine este caminho de serviço e de humildade pois é feio ver um cristão que quer seguir Jesus e a mundanidade:

“É feio ver um cristão, seja leigo, consagrado, sacerdote, bispo, é feio quando se vê que quer as duas coisas: seguir Jesus e os bens, seguir Jesus e a mundanidade. E isso é um contra-testemunho e distancia as pessoas de Jesus.

Ajude-nos a divulgar compartilhe !!!.